Grand Hyatt Rio de Janeiro recebe certificações

Além da preocupação em oferecer a melhor experiência em hotelaria e gastronomia aos hóspedes e visitantes, o Grand Hyatt Rio de Janeiro também se preocupa com a preservação de seu entrono e no bem-estar das comunidades próximas ao hotel, localizado na Barra da Tijuca. Com o programa Hyatt Thrive, o hotel realiza atividades relacionadas a quatro pilares: Sustentabilidade Ambiental, Desenvolvimento Econômico e Investimento, Saúde e Bem-estar e Educação e Avanço Pessoal. Toda esta atuação, garantiu ao hotel em seu primeiro ano os certificados ABNT 15401, Eficiência Energética da Procel e Leed.

O certificado ABNT 15401 abrange questões ambientais, socioculturais e econômicas, e para atingir este patamar, o Grand Hyatt Rio de Janeiro realizou atividades em parceria com instituições locais. Na Escola Municipal Dídia Machado Fortes, a parceria se estabeleceu com a doação do mobiliário de escritório utilizado na construção do hotel, com uma oficina de currículos para os pais de alunos; limpeza da praia com alunos do 2ºano; doação de livros de turismo, realização de uma oficina de Orientação Nutricional para as turmas do 2º ano e o plantio de uma árvore na celebração do Dia da Árvore.

A Escola Municipal Zuleika Nunes de Alencar também recebeu móveis do hotel. No Dia Mundial do Meio Ambiente, os alunos do 6º ano plantaram 23 mudas de árvores em um jardim do hotel. Os alunos do 9º ano participaram de uma visita guiada ao hotel, para conhecer melhor a rotina do mundo da hotelaria e enfatizar temas como postura profissional e a importância de falar uma segunda língua. Alguns profissionais do hotel participaram da feira de profissões com palestras sobre suas funções de trabalho.

Parceria com entidades

O Grand Hyatt Rio de Janeiro também se associou a entidades locais e internacionais para atender a comunidades do entorno do hotel ou com interesses relacionados ao trabalho de hotelaria e gastronomia. Durante o período de abertura do hotel, em 2016, o Grand Hyatt Rio de Janeiro se tornou parceiro da Associação Projeto Roda Viva, ao financiar a construção de espaços para três cursos profissionalizantes – panificação, moda e beleza, além de atividades paralelas. A padaria é responsável pela capacitação de moradores, com vivências na confeitaria do hotel.

Uma importante parceria estabelecida pela rede Hyatt internacionalmente, em 2017, foi com a Gastromotiva, entidade internacional que contribui na luta contra o desperdício de alimentos, má nutrição e exclusão social no Brasil e no mundo. Ao longo de 2017, o Grand Hyatt Rio de Janeiro atuou com o Gastromotiva levando seus funcionários para ações voluntárias no serviço aos moradores em situação de rua. Foram ao todo 40 funcionários e mais de 200 horas de trabalho voluntário. Três alunos do curso de Culinária da Gastromotiva participaram de um dia de vivência nas cozinhas do Grand Hyatt Rio de Janeiro, para conhecer melhor o dia a dia de uma cozinha de um grande hotel.

Outra Ong que trabalha em parceria com o Grand Hyatt Rio de Janeiro é a Associação Jurema Amor nas Mãos para Deficientes e Surdos, que recebeu doações de amenities (xampu, condicionador e sabonetes) não utilizados nos quartos pelos hóspedes em sua totalidade. Os amenities também foram doados ao projeto Mini Gentilezas, que entrega este material a moradores de rua.

Os funcionários também puderam trabalhar de forma voluntária em mais duas organizações: o Asilo Legião do Bem, com a arrecadação de 80 agasalhos e a Organização Aldeias Infantis, com a organização de uma festa de 16 anos para uma das meninas, com direito a “dia de princesa” no hotel, massagem no spa, almoço especial, entre outros mimos.

Responsabilidade ambiental

O Grand Hyatt Rio de Janeiro tem a preservação do meio ambiente como um de seus objetivos primordiais. Construído dentro da Área de Proteção Ambiental de Marapendi (APA Marapendi), o hotel proporciona aos seus hóspedes e funcionários um contato harmônico com a natureza. A área total inclui edificação, área de lazer no entorno (recuperada com vegetação original da lagoa) e vegetação intocada.

A área do empreendimento está delimitada em três zonas distintas: a Zona de Ocupação Controlada (ZOC), a Zona de Conservação da Vida Silvestre (ZCVS) e a Zona de Proteção da Vida Silvestre (ZPVS). O hotel foi construído apenas na ZOC, ocupando cerca de 40% da área total.

Nesta área de reserva ambiental, localizada no entorno do empreendimento, o Grand Hyatt trabalhou em conjunto com especialistas para a análise da vegetação e replantio de mudas de plantas originárias da área, além de limpeza e conservação. Os hóspedes poderão unir o contato com a natureza com a prática de atividades físicas no entorno do hotel. Em um ano de funcionamento, já é possível ver o crescimento de espécimes típicos da região como Fedegoso, Folha Dourada da Praia, Pitanga, Pitanga Preta, entre outros.

Além de propiciar a recuperação da área que sofreu com a degradação nos últimos anos, o projeto do hotel investiu em 1.300 metros de linha pressurizada de condução de esgoto, do terreno até o entroncamento da Avenida Ayrton Senna com a Avenida das Américas, onde foi conectada ao sistema do emissário submarino. Essa obra, inteiramente custeada pelos empreendedores, foi doada para a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (CEDAE). Com essa ação, o empreendimento contribuiu de forma expressiva para a redução de esgoto sem tratamento despejado nas lagoas do bairro. Outro benefício foi possibilitar a recuperação do fragmento de vegetação existente na área com a reintrodução de diversas espécies, o que irá possibilitar, futuramente, a coleta de material para auxiliar na recuperação do Parque Natural Municipal Nelson Mandela, vizinho ao empreendimento. Com este investimento, o hotel já conseguiu reduzir em 5% o consumo de água vinda da rede da CEDAE.

Também destaque do projeto é o seu paisagismo, buscando valorizar o estilo de vida carioca sempre muito voltado e ligado à natureza. Fachadas e colunas são revestidas de verde, com diferentes jardins suspensos. Grandes varandas e janelas de vidro possibilitam em todos os ambientes a entrada de luz natural e a valorização do cenário exterior.

Para atender aos três restaurantes do complexo hoteleiro foi criada uma horta, onde os chefs podem buscar temperos e vegetais para a preparação e finalização dos pratos. Entre as sementes plantadas no espaço estão manjericão roxo, couve, alface americana e roxa, azedinha, shiso, taioba, melissa, camomila, almeirão roxo, pimenta, manjerona, couve, nirá, amor perfeito, acelga, alecrim e tomate.

Em parceria com a comunidade local, uma das ações desenvolvidas pelo Grand Hyatt Rio de Janeiro, é a realização de um mutirão de limpeza mensal, recolhendo o pequeno lixo deixado na Praia da Reserva, localizada na frente do hotel.

Compartilhe