Carta de Porto Alegre confirma parcerias para rota turística integrada no Mercosul

Depois de três dias de reuniões de trabalho, troca de experiências e informações, o Encontro de Secretários de Turismo das Mercocidades encerrou nesta quinta-feira, 11, em Porto Alegre, com a assinatura da Carta de Porto Alegre, em que municípios gaúchos e províncias uruguaias e argentinas firmaram compromisso de parceria em torno do projeto “Capitais Gaúchas – Rotas Tchê”, que tem o objetivo de reunir produtos e atrativos turísticos de Porto Alegre, Serra Gaúcha, Uruguai e Argentina em roteiros integrados de enoturismo, cidades históricas, turismo rural, de espaços naturais, de feiras, congressos e negócios, entre outros segmentos. O encontro foi uma realização da Unidade Temática de Turismo (UTT) da Rede Mercocidades e da Secretaria de Turismo da capital gaúcha.O “mapa sem fronteiras geográficas” que começa a ser traçado tem na base o conceito dos “mercodestinos” cujo objetivo de fomentar o fluxo de turistas internacionais pelo Sul do Brasil e os países do Prata. A integração e a cooperação entre as cidades têm como foco ainda o desenvolvimento regional, social e econômico sustentável que o Turismo pode realizar nos países do bloco do Mercosul.Cidades – A Carta tem a assinatura dos secretários e dirigentes de Turismo de Porto Alegre, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Santa Maria, Cambará do Sul, Garibaldi, e Vacaria, do Rio Grande do Sul. Do Uruguai o documento leva a assinatura da capital, Montevidéu, de Maldonado, Canelones, Colonia de Sacramento e Rocha. Da Argentina, assinam o documento dirigentes de Turismo da capital, Buenos Aires, e de Villa Carlos Paz, de Córdoba.Entre os compromissos assumidos pelas cidades na Carta de Porto Alegre estão estruturar a oferta turística local para sua integração ao projeto, buscar a adesão de novos municípios em suas regiões de abrangência e divulgar Rotas Tchê junto à iniciativa privada por meio de parcerias com empreendedores e empresários do turismo.”Nesse encontro pudemos conhecer o que cada cidade tem a contribuir e oferecer em atrativos e infraestrutura turística para o projeto regional, que a partir de agora será levado adiante com as responsabilidades de trabalho assumida pelos municípios”, diz Álvaro Bertoni, subdiretor geral de Turismo de Maldonado e coordenador da UTT.Identidade cultural – “Foram dias de enriquecimento e nos permitiram enxergar coisas novas que deverão merecer atenção no processo de formatação do projeto que irá integrar destinos turísticos diversificados mas unidos pela identidade cultural comum aos três países”, acrescenta o secretário de Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes, subcoordenador da UTT. Um exemplo disse é o tema dos imigrantes, elemento forte presente no Sul do Brasil, Argentina e Uruguai e com potencial para ser trabalhado de forma integrada na rota turística.

Compartilhe

Deixe uma resposta