Reaberto o Iguassu Resort

Três anos depois de ter comprado o hotel, que usava a marca Bourbon, o empresário Guilherme Paulus inaugurou na noite desta terça-feira a primeira fase do novo projeto do Iguassu Resort, em Foz do Iguaçu, que recebeu investimentos de R$ 12,5 milhões, e ainda tem novas fases de melhorias, com duração prevista de dois anos.A primeira fase das obras do resort da GJP Hotéis, empresa de Paulus, incluiu a construção de 120 novos apartamentos, divididos em blocos de casas-chalés com dez quartos cada um. Os 75 apartamentos originais do hotel começam a ser reformados imediatamente, para seguirem o padrão das novas unidades.Além dos novos apartamentos, com design moderno, pisos frios, TV LCD e camas queen ou king size, o resort também ganhou piscinas menores entre os blocos de quartos, para dar uma opção mais privativa a quem quer relax. A primeira fase também contempla três restaurantes, já abertos, um lobby bar e nova recepção e lobby, em novo prédio. Os restaurantes seguem a linha do Serrano Resort, com um italiano (Forneria di Como) e um japonês (Tuna Golf Sushi Bar), além de um principal. Ainda este ano, o campo de golfe, de 18 buracos, será reaberto.Nas fases que virão nos próximos dois anos, o resort promete um clube de golfe, com lojas e ligação coberta com um novo restaurante, clube infantil em prédio próprio, ampliação da piscina principal e construção de uma nova, abertura de spa e fitness center e novo centro de convenções, para 400 pessoas. Futuramente, Guilherme Paulus pretende construir uma série de casas no sistema condo-hotel. Todo o projeto foi entregue ao arquiteto Luís Mori, que já fez outros projetos da GJP, como o Serrano e o St. Andrews, de Gramado (RS).

Compartilhe

Deixe uma resposta