Destino Peru aposta no segmento LGBT

O destino Peru vem trabalhando suas estratégias de promoção turística em diversas frentes e ações, e agora aposta no segmento LGBT. O país investe em sua primeira ação no Brasil para se apresentar como um destino amigável e receptivo para o público LGBT, com o objetivo de conquistar turistas gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais brasileiros. A PROMPERÚ (Comissão de Promoção do Peru para a Exportação e o Turismo) participará do Fórum de Turismo LGBT do Brasil 2018, que será realizado na próxima segunda-feira, dia 05 de junho, em São Paulo, no qual realizará workshop, disponibilizará atendimento exclusivo para reuniões e contatos, e disponibilizará material promocional personalizado. Além disso, o país apresenta as novidades e destaques de cinco destinos priorizados para a ação – Lima, Ica, Arequipa, Cusco e Loreto – e sua participação no Fórum de Turismo LGBT também servirá para conhecer as expectativas e as demandas que o público LGBT tem ao viajar para o Peru.

O Fórum se apresenta como uma vitrine para o Peru, permitindo fortalecer as estratégias do país. “Está prevista a presença do Peru em eventos internacionais organizados ou apoiados pela Associação Internacional de Viagens para Gays e Lésbicas – IGLTA, e a participação no Fórum de Turismo LGBT nos permitirá uma primeira aproximação junto ao trade especializado, destacando atrativos e produtos especialmente desenhados para o segmento”, explica Sandra Doig, subdiretora de Promoção do Turismo Receptivo da PROMPERÚ. O Peru também vem trabalhando de mãos dadas com marcas de moda e meios de comunicação focados no segmento LGBT, que permitem uma maior exposição do destino junto ao público final.

Diferenciais do destino para o público LGBT

O Peru se caracteriza por ser um país naturalmente hospitaleiro e de gente muito calorosa. Além disso, conta com propostas de experiências e destinos emblemáticos para se promover no segmento de viajantes LGTB:

  1. Diversão e gastronomia em Lima

Lima é uma cidade vibrante, intensa e divertida, que conta com a mais ampla e diversificada variedade de entretenimento, desde casas noturnas e de espetáculos, e festas temáticas (animadas pelas drag queens internacionais mais famosas do momento, por exemplo) até modernos e sofisticados bares e restaurantes gay-friendly e estabelecimentos gay. Oferece também uma rica agenda cultural que inclui festivais de filmes LGBT (Outfest Peru, no mês de junho), teatro, exposições de arte e galerias como o inevitável MATE, do renomado fotógrafo Mario Testino.

A capital também é reconhecida por sua culinária deslumbrante. Três dos 50 melhores restaurantes do mundo estão localizados na cidade:

– Restaurante Central, de Virgilio Martínez, reconhecido quatro vezes consecutivas (2014, 2015, 2016 e 2017) como o melhor restaurante da América Latina, e o 5º do mundo, em 2017, graças à sua particular cozinha de autor.

– Maido, de Mitsuharu Tsumura, atualmente o primeiro da América Latina e em 8º lugar no ranking mundial com sua cozinha tipo Nikkei (fusão peruano-japonesa).

– Astrid y Gastón, de Gastón Acurio, localizado no 33º lugar do mundo, é o restaurante mais emblemático com a sua cozinha de autor que combina ingredientes tradicionais com técnicas modernas.

  1. Elegante aventura no deserto de Ica

Localizada entre as dunas e o mar, a região de Ica é uma exótica experiência imperdível para quem vai ao Peru. Não é necessário atravessar o mundo para desfrutar de um piquenique luxuoso no meio do deserto depois de ter desfrutado de um passeio de iate pelo Oceano Pacífico. A apenas 4 horas por terra ao Sul de Lima, esta região é muito versátil em sua oferta de atividades e de hotéis, além de fazer sol o ano todo. Os mais ativos podem se divertir nas dunas, cruzando-a em carros tubulares e deslizando em sandboards. Enquanto isso, os mais sofisticados e gourmets podem aproveitar para visitar os inúmeros vinhedos onde se produz o tradicional Pisco, a emblemática bebida do Peru. Os passageiros mais intelectuais e curiosos ficarão maravilhados sobrevoando as enigmáticas linhas de Nazca, visíveis apenas do alto. Independentemente dos interesses dos passageiros, todos ficarão felizes ao terminar o dia em um relaxante tratamento de SPA em qualquer um dos luxuosos hotéis localizados entre o mar e os vinhedos.

  1. Icônica tradição em Cusco

Cusco é um destino icônico cuja bandeira mostra aos seus visitantes suas próprias cores. Uma cidade tão cosmopolita, onde todos são livres para serem quem querem ser, sem rótulos. Cusco é o único lugar no mundo onde você pode se hospedar uma noite em um antigo mosteiro colonial, a noite seguinte em uma cápsula transparente a 400 metros de altura na parede de uma montanha, para em seguida embarcar em um trem noturno para atravessar os Andes e pernoitar em um de seus luxuosos vagões como se fosse um filme dos anos 1920. Ao passageiro LGBT que vai para Cusco recomendamos embarcar na aventura, desfrutar e caminhar livre, sem rumo, pelas ruas de paralelepípedos, se seduzir pelas paisagens e aldeias tradicionais do Vale Sagrado, realizar esportes radicais nos arredores da cidade e, evidentemente, visitar a icônica cidadela de Machu Picchu. Cusco também é palco de algumas das festas gay-friendly mais importantes do país, como as realizadas no resto bar Fallen Angel, um dia antes do Inti Raymi (24 de junho), além do Halloween e o Réveillon.

  1. Luxo exótico em Iquitos (Loreto)

Uma natureza imponente, clima tropical e pessoas muito afetuosas tornam Iquitos um destino altamente recomendado para a comunidade LGBT, ainda que seja pouco conhecido. Uma cidade que abraça a diversidade e onde sua única preocupação será se divertir e desfrutar de tudo. Dessa região partem os impressionantes cruzeiros fluviais nos quais, em roteiros de 4 a 7 dias, levarão seus visitantes a percorrer o rio Amazonas e conhecer sua selva sempre exótica e inspiradora. De volta à terra, a cidade espera seus visitantes com uma variada oferta de restaurantes, bares e discotecas para celebrar e aproveitar a noite.

  1. Arequipa, paraíso de campos, canyons e vulcões

Cuidadosamente protegida por vulcões, a também conhecida como “Cidade Branca” é um dos segredos mais bem guardados do país. Suas charmosas ruas coloniais e clima temperado (quase sempre ensolarado) são o cenário ideal para que suas fotos de férias saiam perfeitas e “sem filtro”. Como toda cidade grande, tem centros comerciais, restaurantes, bares, discotecas, museus e todas as facilidades que se pode esperar de uma metrópole. Mas a beleza desta cidade transborda para os seus arredores. É essencial sair para o campo e descobrir um dos canyons mais profundos do mundo, o Colca, que abriga vilas tradicionais, paisagens oníricas, fontes termais e uma das culinárias regionais mais importantes do país. É em Colca onde se pode observar o voo do Condor em estado selvagem e desfrutar do contato com populações ancestrais.

SERVIÇO:

Peru no Fórum de Turismo LGBT Brasil 2018

Local: Hotel Maksoud Plaza – São Paulo

Data: 5 de junho, das 9h às 18h

17h às 17h20 – Workshop Peru – Com apresentação de Liz Chuecas – Coordenadora do mercado latino-americano de Turismo Receptivo da PROMPERÚ

Compartilhe